Emaranhado de fios e uso de postes serão debatidos em audiência pública na Câmara de CM

por adm publicado 09/10/2019 11h14, última modificação 09/10/2019 11h14

 

Quem olha de longe pode até pensar se tratar de um ninho de pássaro ou uma teia de aranha, mas basta chegar um pouco mais perto para avaliar melhor a imagem bucólica que se forma no alto dos postes em Campo Mourão. Aos poucos a imagem se transforma num emaranhado de fios e cabos de concessionárias de serviços de energia, de telefonia, de internet e de TV a cabo.

Além de poluir a paisagem, o ‘bolo’ de fios dá um aspecto de desorganização e quando arrebentam - com as ventanias ou em quedas de árvores e postes – colocam em risco a integridade dos pedestres, motoristas e usuários das vias públicas.

Para buscar uma solução para o problema, a Comissão Permanente de Méritos Temáticos da Câmara de Campo Mourão convidou representantes de empresas privadas, de telefonia, internet, tv a cabo entre outras, para participar de uma audiência pública onde será debatido uma forma de eliminar ou amenizar a exposição do excesso de fios em postes da cidade.

“Presenciei um acidente no centro da cidade onde um dos veículos envolvidos na batida, derrubou um poste e os fios de alta tensão ficaram expostos no chão, colocando em riscos os envolvidos no acidente, assim como as pessoas que tentavam ajudar os feridos. Espero que esse emaranhado de fios nos postes esteja com os dias contados”, comentou o suboficial aposentado da Marinha, Jefferson Piersen, que reside em Campo Mourão, há cinco anos. “Não é um problema exclusivo de Campo Mourão, nas grandes cidades, a situação é ainda mais caótica, mas tem de começar a eliminar essa poluição visual”, disse.      

Além de afetar a estética do município, o excesso de fios de telecomunicações nas vias públicas pode trazer complicações para rede de energia. Essa preocupação também levou o vereador, Edson Battilani, a protocolar na Câmara, uma indicação solicitando a Copel para que notifique as empresas que utilizam os postes. “A indicação é para que essas empresas retirem o emaranhado de fios, pois além de danificar os postes, esse excesso pode causar acidentes graves”, lembrou Battilani.

Para o presidente da Câmara, Olivino Custódio, a participação da comunidade na audiência pública é de fundamental importância para ajudar em sugestões na solução desse problema que afeta a todos. “Não podemos deixar que esse emaranhado de fios coloque em risco os usuários das calçadas, dos canteiros e das vias públicas”, disse Custódio.     

A audiência será realizada na próxima quarta-feira (23), às 19 horas, no plenário da Câmara de Campo Mourão.   

 

Texto e Foto: Dirceu Portugal/Câmara Municipal

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.